Apreendedorismo: Dicas e Materiais sobre Empreendedorismo, Negócios e Marketing

Como atrair mais clientes: 6 estratégias para aplicar na sua empresa

Com a chegada de novas tecnologias e tendências de comportamento se reconfigurando nas mais variadas classes econômicas e faixas etárias, as oscilações no mercado tornaram-se mais fortes e pressionaram empresas a investirem mais atenção em suas estratégias de comunicação e prestação de serviço.

O empreendedor que não se adaptar rápido fica para trás! Afinal, como atrair clientes quando o consumidor tem um senso crítico tão apurado e uma atenção tão flutuante?

Se você quer se aproximar da sua clientela de uma maneira inovadora, confira as nossas dicas a seguir!

Qual é a importância de aplicar novas estratégias para atrair mais clientes?

O poder está nas mãos dos clientes. Se antes as empresas determinavam os tipo de conteúdos que seriam expostos ao público, isso se transformou significativamente, especialmente após a chegada das mídias digitais. Nesse contexto, emergem estratégias como o marketing de conteúdo, que capta a atenção do usuário pelo interesse e agrega valor à marca graças ao poder da informação.

As pessoas têm cada vez mais recursos para escolher o que desejam consumir e para fazer compras de maneira mais crítica e consciente. Com alguns cliques, é possível acessar a avaliação de outros consumidores acerca de um estabelecimento, verificar a eficácia de produtos e comparar preços.

Preparar abordagens inovadoras, que aproximem o consumidor da marca e eduquem o público acerca dos produtos e serviços oferecidos é uma maneira de se sobressair em relação à concorrência. Um contato maior com o cliente também permite que a sua empresa o entenda como ninguém – um aspecto essencial para a inovação.

Como atrair mais clientes?

É essencial que seu potencial cliente sinta-se parte do processo e se identifique com a sua marca. Porém, como iniciar uma estratégia coerente com as demandas dos novos tempos? Confira nossas dicas a seguir.

1. Preste atenção aos clientes que você já tem

Ter mais cuidado com os clientes que você já tem não só garante a satisfação deles como ajuda a diminuir a chance de que eles troquem sua empresa pela concorrência. E por falar nela, estude quais são as práticas adotadas entre as outras companhias e crie seus diferenciais.

Estima-se que conquistar um novo cliente custa 5 a 7 vezes mais do que manter os atuais. Os dados são de Philip Kotler, um dos mais célebres consultores em marketing.

Vale lembrar que um consumidor feliz faz indicações, trazendo novos clientes mais inclinados à compra. Portanto, o custo de aquisição entre esse público é bem menor.

2. Trace estratégias de mídias sociais

Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn são excelentes ferramentas para conquistar uma audiência já segmentada e criar uma verdadeira base de fãs.

Uma estratégia de mídias sociais que é eficiente inicia-se como toda boa conversa: compreendendo o modo de pensar e os interesses de uma pessoa. Afinal, não basta lançar conteúdos nas mais variadas plataformas. É preciso que eles gerem engajamento e discussões entre a sua base de seguidores, de modo que eles vejam valor em acompanhar as novidades e compartilhá-las entre os amigos.

Alguns profissionais elaboram a estratégia de redes sociais a partir de uma persona, um perfil semi-fictício que reúne as principais características do público-alvo. Esse recurso facilita o trabalho dos múltiplos profissionais envolvidos na tarefa, pois simplifica o entendimento de quais assuntos valem a abordagem.

Depois de compreender os interesses do público, você deve elaborar um calendário editorial que organize seus posts. Especialistas indicam a separação de cada dia da semana para falar sobre um assunto específico, de forma que seja possível abordar os múltiplos interesses da sua audiência.

Apenas tenha o cuidado de não sair das pautas relacionadas ao seu negócio: a ideia é fazer com que seus seguidores adquiram seu produto ou serviço.

3. Cultive o marketing de relacionamento

O marketing de relacionamento procura criar e manter um relacionamento positivo com os clientes, de modo que eles se tornem fiéis à marca.

Promover ações de relacionamento, como eventos temáticos, permite que o cliente veja em seu estabelecimento muito mais que um negócio. Uma loja de utensílios domésticos, por exemplo, pode organizar oficinas de gastronomia ou de organização. Com recorrência, essas ações alimentam uma verdadeira comunidade em torno do seu negócio!

A implantação de um plano de marketing de relacionamento requer que a empresa cultive uma cultura de fidelização dos clientes junto aos colaboradores. Afinal, a relação entre a empresa e seu público se inicia logo no primeiro contato.

4. Otimize o seu site

Há uma série de técnicas e estratégias para colocar seu site nos primeiros lugares dos resultados exibidos pelo Google ou Bing. Elas se reúnem sob a sigla SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Ferramentas de Pesquisa).

Ou seja, além de investir em um conteúdo de qualidade, é preciso que você conte com recursos técnicos para atender às exigências de ranqueamento do Google. Esses requisitos têm fundamento: todos eles colaboram, de alguma forma, para que a experiência do usuário seja a melhor possível.

Além de caprichar na escolha das palavras-chave, você deve se ater também à velocidade de carregamento das suas páginas, ao tamanho de suas imagens, à frequência de atualização dos conteúdos e à qualidade de suas informações.

É importante, ainda, que seu site seja responsivo, de modo que o usuário possa obter todas as informações necessárias acessando sua página por meio de um smartphone, tablet ou computador.

5. Escute as necessidades de seus clientes

Você tem ciência de quais são as reais demandas do seu público? Antes mesmo de ligar para seus clientes e fazer prospecção, é preciso preparar argumentos convincentes, direcionados para as necessidades de sua audiência.

Um bom sistema de CRM (Custom Relationship Management) pode ajudá-lo a segmentar a sua base de contatos e coletar dados. Dessa maneira, você pode adaptar ofertas e tornar as negociações mais pessoais e relevantes para todos os envolvidos.

6. Coloque-se no lugar de seu cliente

Quando o cliente percebe que o interesse do vendedor é apenas vender, ele se afasta. Não adianta, portanto, encurralar o seu comprador. Com tantas informações disponíveis, as pessoas estão cada vez mais interessadas em como a empresa pode ajudá-la em sua rotina do que com uma lista de funcionalidades e preços.

Diante disso, procure dar um passo adiante: aprenda sobre os objetivos de seu cliente e verifique como a sua empresa pode ampará-lo nessa trajetória.

Cada negócio tem um público que deseja atingir. Por isso, não é por que a Coca-Cola está tendo sucesso com um determinado tipo de ação que você precisa seguir aquele mesmo caminho! O importante é que você entenda e converse com o seu público de maneira coerente, encontrando os interesses dele, oferecendo ofertas relevantes e fortalecendo a imagem de sua empresa.

Agora que você já tem as melhores dicas sobre como atrair clientes, curta a nossa página do Facebook para receber os nossos conteúdos em sua timeline e continuar aprendendo todos os dias!

Quer ficar por dentro de todas as novidades? Cadastre-se e receba nossos conteúdos