Apreendedorismo: Dicas e Materiais sobre Empreendedorismo, Negócios e Marketing

Deseja reduzir custos empresariais? Conheça 7 maneiras eficientes

Gerenciar um negócio de sucesso está longe de ser uma tarefa das mais fáceis; muito deve ser pensado, planejado e executado para reduzir custos e aumentar o lucro. É exatamente por isso que criamos este conteúdo, para que você possa abrir sua mente e pensar em detalhes que podem — e vão — fazer toda a diferença no final do mês.

Se você é um novo empreendedor e precisa que sua empresa consiga maior rentabilidade, é preciso investir constantemente e, principalmente, diminuir todos os gastos desnecessários. Confira a seguir 7 dicas valiosas, que vão lhe ajudar nesse processo!

1. Reveja suas parcerias comerciais

Encare seus fornecedores como parceiros comerciais, já que os negócios devem ser interessantes para ambas as partes. Portanto, revise as condições que lhe são oferecidas e procure opções mais viáveis no mercado.

Discuta a situação e procure por descontos ou melhores formas de pagamento com os parceiros atuais. Se não conseguir um acordo, troque de fornecedor e reduza custos, sem deixar de ser transparente e ético com todos, é claro.

2. Conscientize seus colaboradores

Uma das grandes causas de gastos desnecessários nas empresas é o desperdício de materiais e recursos. Com pequenas ações e um trabalho simples de conscientização, já é possível notar mudanças significativas na economia e, principalmente, nas atitudes dos colaboradores. Veja algumas delas:

Reduza o consumo de descartáveis

Um exemplo é investir em canecas e, desde que a empresa tenha uma cozinha de fácil acesso, será possível reduzir o gasto desnecessário e o impacto ambiental causado pelos copos descartáveis. Não existem motivos para se usar um copo a cada vez que alguém toma café ou água.

Imprima menos

A tecnologia existe para facilitar a vida e desburocratizar rotinas. Se cada colaborador tem uma conta de e-mail corporativa, não há necessidade alguma de se realizar tramitações de documentos impressos e assinados. Quando for necessário imprimir, use os dois lados da folha, se possível.

Economize água e energia elétrica

Com um pequeno investimento, é possível instalar temporizadores nas válvulas das pias e sensores de movimento nos banheiros, por exemplo. É um meio de evitar que alguém esqueça uma torneira aberta ou uma luz acesa sem necessidade. Desligar os roteadores e outros equipamentos que não precisam ser usados após o expediente também são ótimas ideias. Pense nisso!

3. Aumente a produtividade de toda equipe

Esta dica também inclui você, que é responsável por gerir a empresa. Procure criar métodos que otimizem a produtividade durante todo o dia. Isso não significa que todos devem trabalhar sem descanso, pelo contrário! Mentes descansadas produzem melhor, veja como:

Faça menos reuniões

Um assunto que pode ser resolvido em alguns e-mails ou em um chat não precisa ser discutido em uma reunião. Valorize seu tempo e a paciência de seus colaboradores.

Ofereça maior conforto aos colaboradores

Sua empresa não precisa ser como os escritórios da Google, com piscina de bolinhas, escorregas ou mesas de bilhar. Contudo, oferecer melhores condições de trabalho aos colaboradores pode melhorar sua produtividade.

Considere adquirir cadeiras mais confortáveis, uma decoração mais inspiradora e outros tipos de recursos que tornem o local de trabalho mais confortável e divertido.

Combata a procrastinação

Procrastinar é uma atitude que atrapalha muito a produtividade. Se está difícil combater essa situação em sua empresa, tente ao menos reduzir. Discuta esse tipo de atitude e, se nada der certo, defina horários para que isso aconteça sem comprometer o desempenho da equipe.

Utilize metodologias ágeis

Dependendo do seguimento de sua empresa, é possível estudar e adotar metodologias que melhorem a produtividade e a qualidade da execução dos serviços. Existem diversas formas já consolidadas de agilizar processos e otimizar a execução de tarefas, como o Agile, XP ou o Scrum. Pesquise sobre o assunto e veja qual melhor se encaixa em seu cenário.

4. Melhore a gestão de estoque

Sem um controle eficiente de estoque é certo que haverá desperdício. Toda entrada e saída de produtos e materiais deve ser registrada e devidamente justificada. Perdas desnecessárias não podem ser toleradas.

Mais uma vez será preciso falar do desperdício. Em alguns casos específicos, defina cotas diárias, semanais ou mensais para solicitações de produtos, como canetas, papel ou copos descartáveis. O racionamento consciente é um bom meio de reduzir custos.

O controle de estoque serve também para evitar a compra de produtos que não precisam ser adquiridos no momento ou até para prever que outro material acabará em breve. Uma compra programada também possibilita tempo para encontrar melhores ofertas no mercado.

5. Otimize processos

A otimização de processos precisa ser constante. Nem sempre uma metodologia, o uso de um determinado produto ou técnica é ideal. Quando um gargalo for detectado, um novo estudo deverá ser feito para sanar o problema.

Dados estatísticos devem ser utilizados constantemente para prever possíveis falhas ou prejuízos. Se esse tipo de tarefa está além de suas capacidades, considere procurar uma assessoria especializada em sua área de atuação.

6. Invista em tecnologia

Investir em melhores tecnologias é uma necessidade para toda empresa que busca por sucesso. Planilhas podem ser úteis no começo, quando ainda não há muita experiência ou um grande fluxo de vendas, mas com o passar do tempo essas ferramentas se tornam obsoletas e ineficientes.

Investir em um parque tecnológico de maior capacidade e softwares de automação são atitudes inteligentes e, em pouco tempo, o retorno financeiro do investimento será nítido.

É claro que todos os colaboradores envolvidos nos processos devem estar aptos a utilizar as novas tecnologias, afinal, de nada adianta possuir bons recursos e não dispor de mão de obra qualificada para operá-los.

7. Terceirizar atividades

A terceirização é uma realidade cada vez maior em pequenas, médias e grandes empresas. Em muitos casos, é possível aumentar a produtividade e reduzir custos com a contratação de parceiros para realizar tarefas ou oferecer produtos de qualidade com um investimento que cabe em seu orçamento.

Este tópico tem muito em comum com o anterior e o motivo é simples: terceirizar parte da área de tecnologia da informação de uma empresa traz benefícios enormes aos negócios.

Com o surgimento da computação em nuvem, por exemplo, muitos recursos que antes eram encontrados apenas em grandes empresas, hoje estão disponíveis para qualquer um por um valor acessível.

Servidores de backup, de e-mails, hospedagem de sites, softwares de automação, entre outros, hoje podem ser contratados sem que sua empresa precise se preocupar com infraestrutura, segurança, tampouco com pessoal capacitado para compor uma equipe de suporte.

Isso não para por aí. A locação de impressoras, computadores, automóveis e equipamentos pode parecer um gasto desnecessário, mas quando se faz um bom planejamento, é possível perceber que esse é um meio de não se preocupar com manutenção, atualização ou substituição. Basta investir, utilizar, produzir e lucrar.

Neste texto, procuramos apresentar desde as mais simples ações até as mais complexas. Esse é um meio de despertar em você a ideia de que existem diversos modos de reduzir custos dentro de uma empresa. Basta apenas conhecer seu negócio, planejar, pensar, ouvir o que seus colaboradores têm a dizer e, por fim, agir! E agora, por onde vai começar?

Se este conteúdo foi capaz de lhe ajudar, compartilhe-o em suas redes sociais e ajude mais pessoas a alcançarem o sucesso nos negócios!

Quer ficar por dentro de todas as novidades? Cadastre-se e receba nossos conteúdos