Apreendedorismo: Dicas e Materiais sobre Empreendedorismo, Negócios e Marketing

Qual é a importância e como realizar a avaliação de desempenho?

Bons resultados em uma empresa dependem de uma atuação de alta performance dos colaboradores. Para avaliar a entrega e a qualidade do trabalho, a ferramenta utilizada é a avaliação de desempenho. Ela analisa a produtividade e resultados alcançados, bem como a forma (os comportamentos utilizados) que os funcionários utilizaram para alcançar tais resultados.

Essa avaliação tem impacto direta na maneira como uma empresa se mantém fiel às suas estratégias de mercado. Portanto, praticar essa análise de forma contínua é o caminho para ter sempre os melhores resultados, através dos melhores funcionários.

Neste post você entenderá melhor a importância da avaliação de desempenho e como executá-la. Confira!

Saiba como a avaliação de desempenho é importante

Para manter uma empresa na direção certa é fundamental que os colaboradores tenham o comportamento certo diante das demandas. A dedicação, a organização e o alinhamento com a estratégia do negócio são fundamentais. Esses são alguns fatores que podem resultar em um desempenho satisfatório para a companhia.

De uma forma geral, a avaliação de desempenho se mostra vantajosa para duas partes: colaborador e empresa. O primeiro pode se beneficiar com um feedback se está ou não no caminho certo e se desenvolver cada vez mais, enquanto a companhia, naturalmente, tem melhores resultados.

A seguir, confira melhor as vantagens de utilizar essa ferramenta de análise.

Suporte para planos de ação de gestores

Gestores estão em frequente necessidade de checar os colaboradores. A responsabilidade desses profissionais é se certificar de que os funcionários estão alinhados com a estratégia da empresa. Além disso, também tem a missão de tirar o máximo de cada um. Nesse contexto, a avaliação de desempenho é indispensável.

A análise contínua permite entender o comportamento e os resultados que os colaboradores apresentam. Com base nisso, são dados os feedbacks e estabelecidos os PDIs (Plano de Desenvolvimento Individual),, prática comum em quase toda empresa. Ao ter uma definição do desenvolvimento do funcionário, o gestor pode direcioná-lo da melhor forma.

O plano de ação deve ser feito com base na análise de desempenho. A avaliação proporciona a identificação dos pontos fortes e gaps (pontos a serem melhorados). Assim, fica mais fácil entender o que o colaborador precisa fortalecer na sua atuação. Com essas informações, o plano de ação é mais objetivo e tem o direcionamento fundamental ao funcionário.

Possibilidade de desenvolvimento ao colaborador

O colaborador também tem muito a ganhar ao passar pela avaliação de desempenho. Nesse processo ele entenderá melhor quais são suas principais virtudes e os pontos em que ainda precisa desenvolver.

O seu comportamento também passa pela análise do gestor, a fim de entender como ele influencia no rendimento. Todos esses fatores geram um pool de informações que serão muito úteis ao próprio profissional. No momento do feedback, é fundamental estar aberto a ouvir e entender o que a avaliação trouxe.

Diante dessas conclusões, o colaborador precisa absorver as observações da análise e transformá-las em boas ideias e motivação para a melhora contínua. Ele também pode obter vantagens se desenvolvendo e colhendo boas oportunidades futuras.

Veja como executar uma avaliação eficiente

Uma boa avaliação depende da observação de pontos importantes e do acompanhamento frequente do colaborador. Essa análise é o que capacita o gestor a entender se o funcionário está desempenhando um papel de destaque na empresa.

A seguir, saiba como executar uma avaliação da forma certa.

Observe diariamente o colaborador

O desempenho cotidiano é um dos fatores mais relevantes na hora de entender como o colaborador tem se comportado. No dia a dia é possível avaliar como ele lida com as demandas, como ele se dedica às suas tarefas e também como é seu relacionamento com a equipe. Esses são alguns dos pontos que mais importam.

Todos têm um dia ruim, e isso naturalmente se reflete no trabalho. Avaliar o funcionário apenas em momentos esporádicos pode ser perigoso por conta disso. Essa observação contínua ajuda a entender como ele realmente é normalmente. Assim, o gestor conhece os hábitos, o comportamento e as características do indivíduo.

A análise diária permite um conhecimento mais profundo de cada pessoa. Com isso, os pontos da avaliação são mais coerentes e transparentes. A avaliação é feita da maneira certa e pode ter percepções concretas e que ajudarão no desenvolvimento do funcionário de maneira eficaz e assertiva..

Identifique pontos fortes e a desenvolver em cada um

Ao avaliar um colaborador, é preciso ter a percepção voltada para o que ele entrega de positivo e em quais pontos deixa a desejar. Quanto mais detalhada é a análise, maiores as chances de ela proporcionar um feedback concreto e que gere desenvolvimento. Se ele entende seus prós e contras, naturalmente vai trabalhar em cima disso.

O papel do gestor é, diante dos dados e fatos, desenvolver um plano de desenvolvimento de melhorias constantes. O que agradou precisa ser mantido e fortalecido, uma vez que as empresas estão sempre com objetivos mais complexos. Quanto aos pontos a desenvolver, o trabalho é feito em cima da correção dos gaps.

É preciso sempre deixar claro ao funcionário o que está bom e o que precisa melhorar. Somente um feedback transparente e objetivo é capazes de proporcionar as mudanças desejadas. O funcionário precisa ter certeza do que tem a melhorar.

Monitore a evolução de cada um

Quando um funcionário passa por avaliação de desempenho, naturalmente espera-se dele o desenvolvimento em alguns pontos. É papel dos gestores se manterem próximos de cada um, fazendo o monitoramento adequado. Só assim é possível detectar pontos de melhora, com a evolução do profissional por completo.

A evolução também precisa ser considerado e pontuada nos feedbacks. Esse desenvolvimento também pode resultar em remanejamentos e promoções. Dessa forma, a empresa está sempre atenta a talentos sendo construídos, o que demanda o melhor aproveitamento deles em posições adequadas.

O monitoramento da evolução também é importante para extrair cada vez mais o melhor de cada funcionário. Tudo isso deve ser pontuado no feedback pessoal, estimulando a melhoria contínua e gerando motivação.

A avaliação de desempenho é uma ferramenta indispensável atualmente. Empresas que buscam uma atuação estratégica dependem de colaboradores alinhados com os objetivos. Essa análise proporciona o desenvolvimento constante dos profissionais.

Gostou deste conteúdo e acha que ele pode ser útil para outras pessoas? Compartilhe-o em suas redes sociais para que elas tenham acesso!

 

Quer ficar por dentro de todas as novidades? Cadastre-se e receba nossos conteúdos