Apreendedorismo: Dicas e Materiais sobre Empreendedorismo, Negócios e Marketing

8 estratégias para vender mais no Dia do Consumidor

Há pouco tempo, o Google divulgou uma pesquisa sobre os hábitos de consumo da população. Segundo o levantamento, 35 milhões de consumidores brasileiros já conhecem o Dia do Consumidor, que acontece em 15 de março. A pesquisa informa também que 73% das pessoas começam a pesquisar promoções até uma semana antes da data.

Outros dados importantes do estudo são que 39% dos consumidores planejam adquirir produtos em lojas físicas no Dia do Consumidor e mais de 52% pretendem gastar em torno de R$ 500 no primeiro semestre de 2019.

O cenário positivo indica que o Dia do Consumidor pode ser considerado como a segunda Black Friday do ano. E já que data ganhou relevância no comércio do país, nós preparamos algumas dicas para você fazer uma estratégia de vendas online e offline bem-sucedida para a sua empresa.

Confira as 8 dicas deste post e melhore seus processos de venda!

1. Monte um cronograma para o Dia do Consumidor

Por quanto tempo você pretende envolver o público? Defina períodos para começo e fim das ações, a fim de otimizá-las. É importante estabelecer um prazo para que a sua marca mantenha a atratividade desejada.

A estratégia que algumas lojas usam é começar suas divulgações com uma semana de antecedência ao Dia do Consumidor e estabelecer uma data para encerrá-las. Dessa forma, é possível abranger públicos que estarão fazendo pesquisas durante a época de destaque, e isso pode imediatamente gerar efeitos — afinal, as pessoas descobrirão quais são os prazos da sua empresa e, assim, poderão se planejar para fazer as compras.

2. Use suas plataformas para divulgar ações

Planeja investir em ações específicas para o Dia do Consumidor? Então, está mais que na hora de começar a divulgar conteúdos e ofertas em seu site, nas lojas física e virtual e nas redes sociais.

Considere ainda uma comunicação via e-mail marketing para seus clientes. Ao transmitir vantagens e benefícios personalizados, suas chances de venda poderão aumentar. Falando diretamente com os consumidores, você demonstra que os acompanha e está focado em oferecer boas oportunidades para eles.

3. Invista em estratégias de conversão

As pessoas estão cada vez mais antenadas para encontrar boas promoções e analisam bem o seu contexto. Por isso, não use épocas como as do Dia do Consumidor para lançar promoções incoerentes e que não entreguem valor ao seu público de interesse.

Tenha em mente que as datas mais importantes do comércio também são as campeãs de reclamações, uma vez que os consumidores reconhecem informações enganosas. Então, para tirar o melhor proveito do movimento da época, avalie os prós e contras das suas ofertas.

Planeje-se para vender de acordo com a sua capacidade e esteja apto para atender a demanda que pretende receber.

As comparações de preços anteriores também são aspectos que poderão influenciar na hora da compra. Seja realista e não divulgue dados falsos: lembre-se de que existem pessoas que acompanham as suas atualizações e podem estar apenas à espera para adquirir algum item promocional.

Descontos

Muitas empresas se preparam para atender à demanda oferecendo redução nos preços. Para isso, é importante avaliar quais serão seus investimentos e o que você poderá obter de retorno para que a oferta se torne uma vantagem para ambos os lados da negociação.

Defina qual será o seu objetivo e simule cenários: se você espera vender X quantidades, qual valor poderá oferecer para gerar retornos? Aproveite para definir um plano de ação em caso de contingência ou intervir em casos que poderão demandar de suporte, como as devoluções.

Uma das estratégias mais utilizadas nos últimos tempos é oferecer desconto para valores preestabelecidos: ou seja, após adquirir X reais em produtos, o cliente ganhará X% de desconto em um produto específico ou no valor final. Dessa forma, a empresa consegue reter esforços e, consequentemente, manter mais controle sobre os investimentos.

Cupons

A mesma política dos descontos poderá ser aplicada aqui, porém, a diferença é que você oferecerá um valor fixo para habilitar a baixa do preço.

Logo, ofereça cupons para a sua base de clientes já consolidada, como uma espécie de benefício, de modo que, assim, você estará impulsionando uma venda para aqueles que não planejavam comprar ou estavam apenas à espera de vantagens competitivas.

Além disso, essa estratégia retém seus consumidores, uma vez que você demonstra um atendimento diferenciado para aqueles que acompanham o seu empreendimento. Cupons também podem ser utilizados em outras épocas e ações da sua empresa, principalmente a ideia é obter uma nova compra ou retorno de seus clientes sob produtos ou serviços.

Frete grátis

No dia 28 de março, acontece o Dia do Frete Grátis. Então, que tal aproveitar essa data para complementar a estratégia do Dia do Consumidor, que acontece bem pertinho, com menos de 15 dias de diferença? Por exemplo, algumas lojas oferecem frete sem custo com base em determinados valores, horários e localizações.

Seja qual for a decisão, deixe clara qual é a sua política de envio e o quanto você cobra. Se houver interferência de serviços terceirizados que impactam nos valores, informe-a no ato de compra. Deixe também opções disponíveis para seus consumidores escolherem como e em que período poderão receber a entrega.

Aproveite para ficar de olho em notícias que envolvem as prestadoras de envios. Desse modo, seu empreendimento poderá se preparar para variados cenários durante a campanha promocional.

Produtos complementares

Aquilo que você vende ou oferece conta com um serviço ou produto complementar? Se sim, aproveite para oferecer essas vantagens por um preço especial ou impulsionar descontos em determinados itens.

Assim, você poderá oferecer a oportunidade de seus clientes adquirirem a solução completa ou ao menos que eles conheçam a variedade do seu catálogo, estimulando interação e engajamento com produtos e serviços da marca.

Se o que você vende conta com uma manutenção ou renovação, proponha sempre um benefício agregado sempre que possível. Dessa forma, é possível garantir o retorno do comprador, fidelizando um novo cliente.

4. Adote estratégias online e offline

Não é novidade, mas vale destacar: a maior competitividade está nos dois cenários. Se você tem lojas física e online, poderá estimular as ações que já mostramos até aqui utilizando ambas as estruturas ou, então, criando métodos independentes para cada uma, dependendo do seu plano de ação.

As estratégias online e offline de vendas trabalham a noção de tempo do seu cliente e potencial consumidor. Os valores, em grande parte, são estipulados com base nessa consideração. Você já deve ter notado que, algumas vezes, os preços de um e-commerce estão mais em conta do que os oferecidos em lojas físicas, uma vez que, no primeiro caso, prazos de envio e recebimento estão envolvidos, enquanto que, na compra da loja física, o fato de obter o produto na hora torna o processo mais ágil para o consumidor.

Consideradas essas questões, entenda que tudo dependerá do interesse e do impacto que as ações online e offline têm sob a decisão de investimento do seu cliente. Trabalhar com noção clara sobre essa competitividade é uma das principais estratégias de diferenciação dos cenários.

5. Seja transparente ao divulgar informações

Se você está pensando em realizar uma campanha que restrinja formas de pagamento, troca, devolução ou suporte, deixe isso claro desde o início. Mantenha a honestidade na comunicação: assim, a expectativa dos seus clientes será suprida e eles estarão por dentro de tudo o que envolverá o ato de compra.

Transmita as definições de cada oferta individualmente. Por exemplo, se um determinado produto será vendido sem opção de troca, evite transtornos confirmando esse fato para o comprador desde o início do processo.

6. Tenha um canal ativo de atendimento e suporte

Permita que seus clientes entrem em contato para tirar dúvidas ou solicitar auxílio durante a campanha de Dia do Consumidor. Esteja disponível quando eles solicitarem informações referentes a produtos e serviços. Em datas como essas, a tendência é que seus meios de atendimento recebam mais solicitações do que o comum e, por isso, é necessário estar disposto a atender qualquer pedido.

Acompanhe todas as interações e corresponda: os clientes não utilizam apenas os meios privados para entrar em contato com a sua empresa. A tentativa de contato parte de comentários, postagens e menções. Exatamente por isso é que você precisará monitoras todas as notificações de seus canais, como redes sociais, chats e e-mails, além de contar com agilidade, rapidez e transparência para dar retorno.

Se sua empresa não funcionar aos finais de semana, por exemplo, deixe uma mensagem automática informando que em breve você entrará em contato com aqueles que procuram atendimento através do chat e mensagens privadas via redes sociais. Dessa forma, você não passará a impressão de “abandono”.

7. Divulgue um cronograma de ações

Fique ligado nas datas mais importantes para o comércio e planeje suas ações com antecedência, mas não dependa apenas do calendário comercial. Mapeie ações que envolvam seus clientes e atraiam novos. Aniversários dias importantes para seu segmento, entre outras, poderão ser tão estratégicas quanto o Dia do Consumidor, por exemplo.

Dica: aproveite para incitar ações relacionadas entre si e busque fazer um diálogo entre variadas datas. É cada vez mais comum haver um planejamento dos consumidores para aproveitar com antecedência, já que o mercado e suas estratégias parecem sempre as mesmas. Diferencie-se e estabeleça uma conexão!

8. Analise e ajuste a sua infraestrutura

A empresa que você comanda tem condições necessárias de usabilidade para suportar os acessos em datas movimentadas? Observe que a resposta dependerá, é claro, de qual é a sua real demanda. Por isso, você precisa acompanhar a quantidade de acessos, vendas e, principalmente, descobrir em qual ponto do seu site e até mesmo em que processo da loja física as pessoas esbarram em falhas que as impedem de concluir as compras.

Isso é importante em todas as épocas do ano, não só no Dia do Consumidor. Por isso, considere frequentemente a análise do desempenho da sua equipe e dos meios necessários para identificar correções em suas lojas virtual e física e também no site.

Estar em dia com suas estratégias e boas práticas é uma atitude importante para tornar o negócio inovador e notório, especialmente em épocas sazonais de referência para o varejo, como o Dia do consumidor.

Agora que você já está ciente daquilo daquilo que precisa fazer para melhorar as ofertas nesse primeiro trimestre, que tal acompanhar ainda mais conteúdos que ajudem a melhorar os resultados do seu empreendimento? Leia também o post “6 dicas para aumentar a taxa de conversão de suas ações de marketing“!

Quer ficar por dentro de todas as novidades? Cadastre-se e receba nossos conteúdos