Apreendedorismo: Dicas e Materiais sobre Empreendedorismo, Negócios e Marketing

Por que o empreendedorismo no Brasil vale a pena? Entenda!

O empreendedorismo no Brasil está em alta. Mesmo com todos desafios do país, cada vez mais pessoas se lançam em busca do sucesso com seu próprio negócio, seja ele uma startup de base tecnológica, seja uma simples padaria de bairro.

Apesar de ainda existirem burocracias e entraves para quem decide abrir uma empresa no país, o empreendedorismo no Brasil é impulsionado por diversos fatores positivos, como políticas públicas de incentivo, aceleradoras e grupos de investidores nacionais e estrangeiros que já começam a olhar para os brasileiros com mais interesse.

Mas, afinal, vale a pena empreender no Brasil? A resposta curta é que sim, vale a pena encarar esse desafio. E, neste artigo, vamos explicar o porquê. Confira!

Realize-se profissionalmente trabalhando com o que gosta

Uma das principais razões que levam as pessoas a empreenderem é a possibilidade de se trabalhar com o que gosta e, com isso, se realizar profissionalmente. Isso não significa que todo empreendedor trabalha com sua maior paixão: muitas vezes, ele pode apenas escolher uma área em que se sente confortável, domina a parte técnica e que apresente boas oportunidades, algo que nem sempre é possível fazer trabalhando como empregado.

Não é recomendado empreender em áreas com as quais não se tem muita intimidade ou interesse, apenas para seguir alguma tendência. Quanto maior o entusiasmo do empreendedor, maiores são as chances de que ele tenha fôlego para seguir com o negócio, mesmo nos momentos mais difíceis.

Explore as muitas oportunidades de empreendedorismo no Brasil

É comum dizer que a principal motivação para empreender no Brasil é a necessidade. Mas, além dela, também é importante destacar as oportunidades que existem no país. O que motiva a criação de uma empresa, além da determinação do empreendedor, é a existência de algum tipo de demanda ou necessidade de mercado que não é atendida.

Portanto, se uma pessoa observadora nota que não existe nenhum restaurante japonês na região em que almoça no intervalo da sua jornada de trabalho, ela pode estar começando a identificar uma oportunidade de empreendimento, que deve ser validada posteriormente com pesquisas e conversas com pessoas da região.

No Brasil, sobram demandas de mercado não atendidas. Apesar das crises recentes, o país tem um público consumidor em crescimento, que exige bens de consumo de todo tipo. Além disso, no setor B2B, existem empresas em busca de parceiros qualificados e diversos serviços para potencializarem seus negócios.

Com um pouco de criatividade e muita pesquisa, empreendedores podem encontrar oportunidades de todo tipo no Brasil. O cenário é propício para o surgimento de novas empresas e, por isso, o país é um dos mais empreendedores do mundo.

Gere empregos e valor para o Brasil

Todos que trabalham ajudam a construir uma economia mais forte para o Brasil, mas os empreendedores, além do próprio suor, abrem oportunidades para que outros se juntem a eles, gerando ainda mais valor.

Ao gerar empregos, os empreendedores dão para as pessoas oportunidades de se estabelecerem financeiramente e até mesmo construírem uma base para que, no futuro, também possam empreender por conta própria.

Além disso, com mais empregos, o mercado consumidor do país é ampliado, o que faz com que a economia se aqueça e o cenário fique ainda mais favorável para o empreendedorismo.

Conte com o suporte de instituições interessadas

Ao mesmo tempo em que o Brasil apresenta um ambiente contábil hostil para novas empresas, com impostos altos e muita burocracia, existem também diversas iniciativas, órgãos governamentais e empresas dedicadas ao desenvolvimento do empreendedorismo no país.

Um exemplo disso é o Sebrae, uma instituição privada de interesse público que faz parte do sistema S, e tem como missão o desenvolvimento de pequenos negócios e o fomento do empreendedorismo. Existem unidades do Sebrae espalhadas por todo o país e, nelas, é possível encontrar suporte para empreender em diversas formas, desde cursos até consultorias especializadas.

Além do Sebrae, existem outras instituições privadas dedicadas ao empreendedorismo, como a Endeavour, uma organização multinacional sem fins lucrativos. Assim como o Sebrae, ela oferece cursos, consultorias e promove eventos no setor.

Por fim, aceleradoras e incubadoras também fornecem preparação e suporte para novas empresas e, em alguns casos, investimentos semente. Outras modalidades de investimento, como os investidores anjo e as Venture Capitals, também estão amadurecendo no Brasil, abrindo ainda mais oportunidades para empreendedores.

Aproveite os incentivos do governo ao empreendedorismo

Reconhecendo o valor do empreendedorismo no Brasil, nos últimos anos, o poder público começou a desenvolver medidas para fomentar e facilitar a vida de quem quer abrir um negócio no país.

Um exemplo disso é o MEI, ou microempreendedor individual, uma modalidade que permite que uma empresa com CNPJ seja fundada em questão de minutos no Portal do Empreendedor, formalizando o negócio de autônomos com faturamento máximo de R$ 81 mil ao ano e, no máximo, um empregado.

Além de não ter burocracia, o MEI paga bem menos impostos e taxas aos governos nacional, estadual e municipal. Outros modelos de tributação amigáveis como o Simples e o Super Simples também facilitam a vida de novos empreendedores e empresas menores.

Tenha mais autonomia em sua vida

O empreendedor é uma pessoa que toma as rédeas do seu próprio destino. Isso significa que ele tem mais responsabilidade sobre as suas decisões, mas, ao mesmo tempo, muito mais autonomia do que um colaborador para equilibrar a vida pessoal e a profissional.

No comando do seu empreendimento, é muito provável que ele tenha que trabalhar muito, dedicando mais horas do seu dia do que muitos funcionários de carteira assinada. Mas, ao mesmo tempo, ele tem a autonomia para optar por um dia de folga quando julgar necessário ou para viajar de férias em uma boa oportunidade, sem precisar negociar com nenhum chefe.

Para quem quer ter mais controle sobre a própria vida, o empreendedorismo é um caminho natural.

Cresça por mérito dos seus resultados

Existe uma crença de que quem trabalha muito é proporcionalmente recompensado pelos seus esforços. Na verdade, muitas pessoas trabalham por toda a vida de forma produtiva, mas não conseguem crescer porque estão limitadas pelas empresas que as empregam.

O empreendedor, por outro lado, será recompensado pelo resultado do seu negócio. Se ele for produtivo e habilidoso, conseguirá uma boa performance e sua empresa crescerá de forma equivalente.

Agora que você já sabe que o empreendedorismo no Brasil vale a pena, que tal acompanhar nosso Facebook e LinkedIn para ficar por dentro de mais novidades sobre tecnologia, inovação e empreendedorismo?

Quer ficar por dentro de todas as novidades? Cadastre-se e receba nossos conteúdos